Mostrando itens por marcador: Patrocínio

Projeto social patrocinado pela Bahiagás conclui atividades

No último dia 19 de dezembro, aconteceu o evento de encerramento do Projeto Cultural Resgatando Raízes em Itagibá, promovido, no município, pelo Instituto Socioambiental Sofrê com o patrocínio da Bahiagás. O projeto ofereceu, gratuitamente, oficinas de teatro, música e capoeira para crianças e adolescente, entre os meses de março e dezembro de 2019.

Para marcar o encerramento das ações do projeto, o Instituto Sofrê promoveu, na sua sede, apresentações das atividades desenvolvidas nas oficinas, entrega de cordão para os alunos de capoeira, exposição de artesanato, agricultura familiar e entrega de lembrança para os participantes. 

O Projeto Cultural Resgatando Raízes em Itagibá foi um dos selecionados no Edital de Concurso para Seleção de Patrocínios a Projetos Culturais, Sociais, Esportivos, Científico-Acadêmicos e Ambientais 2018-2019.

Sobre o Instituto

O Instituto Socioambiental Sofrê é uma organização sem fins lucrativos, localizada no município de Itagibá, que desenvolve projetos com o objetivo de incentivar e dar oportunidade aos jovens de ter acesso gratuito a atividades culturais.

As ações desenvolvidas pelo Instituto também são utilizadas como instrumento de transformação social, contribuindo para minimizar as condições de vulnerabilidade dos envolvidos, fortalecendo o desenvolvimento da cidadania e da qualidade de vida.

 

Bahiagás lança edital de patrocínios para projetos em áreas diversas

A Bahiagás lança, nesta quinta-feira (14), o Edital de Concurso para Seleção de Patrocínios a Projetos Culturais, Sociais, Esportivos, Científico-Acadêmicos e Ambientais de 2020. O valor total destinado aos selecionados será de R$ 1,2 milhão, sendo 30% reservado para o interior do estado. O documento está disponível no site oficial da empresa (www.bahiagas.com.br).

 Os interessados terão do dia 14 de novembro até 27 de dezembro para se inscrever. Para tanto, os projetos deverão ser entregues na sede da Bahiagás em Salvador (Avenida Professor Magalhães Neto, 1838, Edifício Civil Business, Pituba), de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelos Correios, via Sedex ou serviço similar de entrega, com Aviso de Recebimento (A.R.).

 Os projetos, que devem ser executados de maio a dezembro de 2020, serão selecionados e aprovados por uma comissão de acordo com a cota e critérios avaliados. O valor total da solicitação à Bahiagás não deverá ultrapassar o máximo de R$ 80 mil, de acordo com o item 6.2 do Edital, referente às cotas de valores.

 A Companhia abre este edital com o objetivo de difundir e estimular a produção cultural baiana, atividades esportivas em suas diferentes modalidades e projetos sociais, ambientais e científicos/acadêmicos de interesse da sociedade.

 

 Para mais informações sobre o edital:

www.bahiagas.com.br

Atleta patrocinada pela Bahiagás é medalhista nos Jogos Pan-Americanos

 

A ciclista baiana Paola Reis, atleta patrocinada pela Bahiagás pelo quarto ano consecutivo, conquistou, no dia 9 de agosto, a medalha de prata na categoria Ciclismo BMX nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. A prova foi vencida pela colombiana Mariana Pajón.

Paôla Reis chegou à final com o melhor tempo de sua semifinal. Na disputa decisiva, a brasileira melhorou sua performance e terminou o percurso com o tempo de 37.583. Outra brasileira na prova, Priscilla Stevaux terminou na quarta colocação com 38.122.

Na volta para Salvador, Paola, acompanhada pelo treinador Leonardo Gonçalves, visitou a sede da Bahiagás, onde foi recebida pelo diretor-presidente da Companhia, Luiz Gavazza. Na ocasião, ela aproveitou para agradecer o apoio da empresa. “Esse incentivo tem sido fundamental para o desenvolvimento da minha carreira”, destacou. 

“Paola é um jovem talento do esporte baiano e que tem conseguido excelentes resultados. Temos orgulho de fazer parte dessa história de sucesso”, concluiu o gestor da Bahiagás.

Bahiagás patrocina quarta edição da Caravana da Inclusão Cultural

O Espaço Cultural Boca de Brasa, localizado no bairro de Coutos, proporcionou uma experiência mágica para as diversas crianças que realizam atividades no local, na tarde da última quinta-feira (22). Os alunos assistiram à peça “Juntos Somos Mais Fortes” da Companhia de Teatro da Apae Salvador, livremente inspirada na obra “Os Saltimbancos”. O espetáculo faz parte da IV Edição do Caravana de Inclusão Cultural, iniciativa contemplada no Edital de Patrocínio 2018-2019 da Bahiagás.

A montagem conta a história de quatro bichos, que abandonam seus donos por causa dos maus tratos e vão em busca da liberdade. A peça tem a presença de dez atores em cena, a maioria deles com síndrome de Down. “Quando entro no palco, me sinto confiante, mostro meu talento. Eu amo o teatro e esse amor sempre esteve dentro de mim. Já nasci com esse amor”, conta a atriz Débora Pereira, 29 anos, portadora da síndrome, e que dá vida a uma gata durante a encenação. 

De acordo com a superintendente executiva da Apae, Ângela Ventura, a ação é importante para mostrar que as pessoas com deficiência também são muito talentosas. “Estamos trazendo esse protagonismo a esses artistas”, finalizou.

A programação da IV Edição da Caravana de Inclusão Cultural acontece até quarta-feira (28), com a exposição “Mulheres Negras”, do artista Leonardo Vieira. O evento também contou com o show “Danado de Bom”, da Banda Opaxorô, que prestou homenagem a Luiz Gonzaga, e a montagem “Alice no País da Diversidade”, que contou a história de Alice, uma jovem com síndrome de Down que cai na toca do coelho e vai parar no País da Diversidade.   

 

Projeto capacita mulheres negras para produção de artesanato

 

O projeto Mulheres Negras: Capacitando para Produzir, selecionado no último Edital de Patrocínios da Bahiagás, promoveu, gratuitamente, entre novembro e dezembro do ano passado, a oficina Produção de Artesanato Empreendedor, voltada para mulheres de comunidades quilombolas de diferentes cidades. Na sexta-feira (22), no Centro Cultural Gonzagão, em Entre Rios, aconteceu a entrega dos certificados para as alunas.

 Durante o evento, as mulheres do projeto fizeram uma exposição e venda dos objetos que construíram durante o curso. Eram diversos produtos, como panos bordados, bolsas de palha, bonecas e flores artificiais, divididos em cinco estandes, cada um representando uma cidade participante da oficina (Conde, Alagoinhas e Entre Rios).

 “Essa produção depois será apresentada em Salvador, no mês de março, na área de comércio de artesanatos do Salvador Shopping. A ideia é que essas mulheres deem continuidade ao que aprenderam no curso e comercializem seus produtos de forma independente”, explicou o coordenador do projeto, Ezequiel Santos.

 Para Léa Santos, uma das alunas da oficina, participar do projeto transformou sua vida. “Moro num lugar pequeno e sem renda. Passei por uma fase bem difícil. Então, esse curso veio num momento muito bom e me abriu portas”, contou.

 “Foi muito gratificante. Todas nós conseguimos aprender e vamos continuar seguindo com esse trabalho, e sendo cada vez mais felizes”, concluiu a aluna Andréia Anunciação.

 Para a relações públicas da Bahiagás, Cáren Cruz, que representou a Companhia no evento, iniciativas como esta só trazem benefícios paras as comunidades envolvidas. “Hoje foram 40 mulheres, mas percebemos que isso terá continuidade, porque elas se tornarão multiplicadoras e beneficiarão mais mulheres e assim sucessivamente. Este projeto tem um impacto muito positivo para o futuro delas. Por isso é tão importante”, declarou.

 Mulheres Negras

 O projeto Mulheres Negras é uma realização da Associação de Desenvolvimento do Litoral Norte e Agreste Baiano (Adelnor), que tem por objetivo capacitar mulheres negras de assentamentos rurais e quilombolas para o artesanato com foco na valorização da cultura negra, de modo a, também, gerar oportunidade de negócios para elas.

Assinar este feed RSS