Mostrando itens por marcador: Gás Natural

Obras do Hospital do Cacau e Senai Cimatec são concluídas stars

A Bahiagás segue com a execução de importantes trabalhos para a sociedade baiana. Recentemente, a Companhia concluiu as obras do Gasoduto Rodovia Jorge Amado para fornecimento de gás natural ao Hospital Regional Costa do Cacau (Hospital do Cacau), em Ilhéus. Esta é a terceira obra para atendimento a uma unidade de saúde durante a pandemia (antes foram feitas obras para o Hospital Metropolitano e Hospital Clériston Andrade 2).

“Neste cenário, a oferta do gás natural pode trazer vantagens econômicas, possibilitando a expansão do atendimento desta instituição de saúde, mostrando o comprometimento da nossa Companhia nas ações de combate à disseminação do novo coronavírus”, frisou o coordenador de engenharia, Lucas Santana.

Com 225 leitos, o Hospital Regional Costa do Cacau é a maior obra de saúde pública no Sul da Bahia nos últimos 35 anos. A unidade atende as demandas da região em urgência e emergência, servindo moradores de 70 municípios da região.

Senai Cimatec

Outra obra importante concluída pela Bahiagás foi a implantação do Gasoduto BA530 para atendimento ao Senai Cimatec, que vem desenvolvendo um importante trabalho de conserto de aparelhos respiradores. Trata-se de um gasoduto com extensão aproximada de 1.805 m.

 A instituição utilizará o gás natural em aplicações diversas nas indústrias, em laboratórios e projetos de pesquisa.  O Senai Cimatec já manifestou o interesse no uso do energético, também, na nova unidade, o Senai Cimatec Park, que será implantada no Polo Industrial de Camaçari.

“O novo empreendimento terá importante papel no desenvolvimento da indústria baiana, ao mesmo tempo em que dará suporte à atração de novos investimentos. O gás natural, seguramente, entrará como um importante vetor na atração desses investimentos ao centro de tecnologia”, destacou o representante da Gerência Comercial Grandes Clientes, Eduardo Sousa.

Concluídas obras para atendimento ao Hospital Metropolitano

A Bahiagás concluiu, na última terça-feira (31), as obras do Duto Via Metropolitana, para atender o novo Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas, empreendimento do Governo do Estado em fase final de construção. Foram entregues, pela Companhia, cerca de 3 km de dutos (125 mm e 90 mm PEAD) e uma estação de regulagem e medição (ERPM).
 
Nas próximas semanas, a unidade de saúde pública, que utilizará o gás natural para climatização, cocção e aquecimento da água, fará alguns testes nos equipamentos que receberão o energético. A previsão é que, quando estiver em pleno funcionamento, o hospital consuma até 35 mil m³/mês.
 
A implantação dos dutos e da estação, iniciada em novembro de 2019, é parte de uma construção que vai beneficiar a população local. “A conclusão desta obra vem somar à comunidade um equipamento de saúde com uma localização estratégica para o atendimento rápido aos casos de urgências e emergência no litoral norte e nas cidades da região metropolitana”, declarou a engenheira da Bahiagás, fiscal do contrato da obra, Yonne Lopes, destacando, ainda, que, ao saber que o hospital seria usado no combate ao coronavírus, a equipe ficou ainda mais motivada com a realização deste trabalho.
 
“Esta será uma das unidades de saúde que serão fundamentais no atendimento de casos mais graves da Covid-19. O hospital terá 100 leitos clínicos dedicados exclusivamente ao coronavírus. E o gás natural fornecido pela Bahiagás será essencial para o funcionamento de importantes equipamentos da instituição”, enfatiza o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza.
 
Sobre o Hospital
 
O Hospital Metropolitano está previsto para ser inaugurado pelo Governo do Estado nas próximas semanas. Construído numa área de mais de 100 mil m², a unidade conta com três andares e um total de 265 leitos, sendo 55 de terapia intensiva (UTI). O hospital, que será referência para tratamentos graves de traumas e acidente vascular cerebral (AVC), está localizado em Areia Branca – zona semi-rural de Lauro de Freitas – ao lado das Vias Parafuso e Metropolitana.​​

Obras da Bahiagás seguem em andamento

Apesar de parte dos colaboradores estar trabalhando em sistema home office, como uma das medidas preventivas contra a disseminação do coronavírus, a Bahiagás segue firme na realização dos seus serviços. Além de garantir o fornecimento seguro de gás natural aos clientes, a Companhia prossegue com a execução de obras em diversas cidades. 
 
Com uma equipe de colaboradores acompanhando o trabalho continuamente, a Bahiagás mantém obras como a construção do gasoduto e estação de transferência de custódia (ETC) para recebimento de gás natural fornecido pela Alvopetro, em Mata de São João; a implantação de dutos na Av. Sete de Setembro e inspeção de dutos na Av. Heitor Dias, em Salvador; construção de ETC em Itagibá; implantação de sistemas de combate a incêndio, em Camaçari, Feira de Santana e Itabuna; e implantação de 30 km de rede em polietileno em Lauro de Freitas.
 
Outras obras em andamento são de fundamental importância para o funcionamento de instituições de saúde pública, que também ajudarão no combate ao coronavírus, como o Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas; o Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus; e o Hospital Clériston Andrade, em Feira de Santana.
 
"A manutenção dessas obras é de suma importância. Primeiro para a sociedade, que vai poder contar com novos equipamentos de saúde que darão suporte na luta contra o coronavírus. Além disso, o gás natural é um insumo importante para o funcionamento de muitas empresas, então contribui positivamente para a economia do País", ressaltou o coordenador da Gerência de Engenharia da Bahiagás, Lucas Santana.
 
O diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, destacou a responsabilidade da atuação da Companhia no atual cenário. "A Bahiagás, alinhada com os objetivos do Governo do Estado, mesmo diante das adversidades pelas quais passamos temporariamente, mantém o compromisso com o atendimento aos clientes e com o desenvolvimento da Bahia, sobretudo no que diz respeito às instituições de saúde, tão necessárias neste momento".

Bahiagás adota medidas preventivas contra o coronavírus

A Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás informa que, em razão da evolução da pandemia do novo coronavírus, adotou medidas preventivas a fim de preservar a saúde de colaboradores e clientes. Entre elas, a suspensão temporária do atendimento presencial do Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), na sede administrativa (Av. Magalhães Neto), a partir desta segunda-feira (23).

Apesar desta suspensão, a Bahiagás mantém normalmente o atendimento aos clientes por meio de outros canais de comunicação. O contato pode ser feito por telefone (SAC: 0800 071 9111 / Emergência: 0800 284 1111) ou pelo Fale Conosco e Chat Online, ambos disponíveis no site da Companhia (bahiagas.com.br).

Seguem, abaixo, outras medidas adotadas:

  • Suspensão temporária do atendimento presencial da Ouvidoria;
  • Implantação de trabalho home office para parte dos colaboradores;
  • Restrição de acesso do público externo às instalações da empresa.

A Bahiagás salienta que tais medidas não impactarão o fornecimento de gás natural aos clientes. Inclusive, alguns profissionais da Companhia continuam exercendo atividades presenciais para garantir a continuidade do serviço, que é essencial, sobretudo, para empreendimentos estratégicos na luta contra o coronavírus. Entre eles, o Hospital Couto Maia, referência no estado no tratamento de doenças infectocontagiosas.

Além do Couto Maia, a Bahiagás fornece gás natural para outras unidades de saúde igualmente importantes neste momento. São elas: Hospital da Bahia, Hospital Sarah, Hospital Geral do Estado (HGE), Hospital Geral de Camaçari, Hospital Roberto Santos, Hospital Juliano Moreira e Hospital e Clínica São Matheus (Feira de Santana).

Para o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza, as ações adotadas pela Companhia são parte de um esforço que deve ser de toda a sociedade e estão alinhadas às estratégias do Governo do Estado, que tem dado um exemplo de ação firme e coordenada. “A Bahiagás segue atenta ao andamento da pandemia e, assim como faz boa parte dos baianos, dá a sua parcela de contribuição no combate à disseminação do coronavírus por meio de medidas preventivas. Vamos, juntos, superar mais este desafio”.

Comunicado Bahiagás

A Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás informa que a tarifa média do gás natural sofreu um reajuste de 4,02% (média de todos os segmentos) desde o dia 1º de fevereiro de 2020, conforme Resolução publicada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transporte e Comunicações da Bahia (Agerba). O reajuste se deve, exclusivamente, à variação do preço de aquisição do energético junto à Petrobras, cujos próximos reajustes ocorrerão nos meses de maio, agosto e novembro (diferentemente do comportamento de preços de outros energéticos, a exemplo do GLP, da gasolina e dos óleos combustíveis).

Vale ressaltar que, no reajuste anterior, realizado no dia 1º de janeiro de 2020, a Companhia reduziu o valor do gás natural em 8,15% (média de todos os segmentos). Em novembro de 2019, a Companhia já havia realizado outro decréscimo no valor das tarifas no percentual de 4,36%.

A Bahiagás salienta, ainda, que, no caso do gás natural veicular (GNV), o reajuste é sobre o valor do energético comercializado aos postos de combustíveis (clientes da Bahiagás), e que cada um deles é livre para definir o preço que praticará na bomba aos seus respectivos consumidores, não tendo a Companhia, portanto, ingerência sobre a definição de tal valor.

Mesmo com o reajuste informado, o GNV mantém uma economia média de cerca de 50% se comparado com os combustíveis líquidos concorrentes. Além disso, o rendimento é até 25% maior que o da gasolina e 50% em relação ao álcool. Sem contar outras vantagens, como a elevação da vida útil do motor e os baixos níveis de poluição.

Restaurante Coco Bambu Bahia agora é cliente da Bahiagás

Considerado um dos principais restaurantes de Salvador, o Coco Bambu Bahia passou a utilizar o gás natural no último dia 15 de janeiro, com um consumo estimado de 3.500 m³/mês para cocção.

Além disso, o mais novo cliente da Bahiagás se prepara para utilizar o gás natural também para climatização do restaurante. Os equipamentos já estão sendo instalados, e deverão aumentar o consumo em mais 3.000 m³/mês.

Localizado na Avenida Magalhães Neto, a poucos metros de distância da sede administrativa da Companhia, o restaurante é um atrativo gastronômico da região.

Sobre o Coco Bambu

O Coco Bambu é uma tradicional rede de restaurantes, cuja primeira unidade foi criada em 1989, na cidade de Fortaleza (CE). Na ocasião, o estabelecimento chamava-se Dom Pastel, passando a ser batizado como Coco Bambu no ano de 2001.

Hoje, a rede Coco Bambu está espalhada por 15 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Suas unidades são sempre conhecidas pela qualidade dos pratos e pelo ambiente agradável.

Bahiagás vai levar gás natural para Hospital do Cacau, em Ilhéus

A Bahiagás iniciou, no dia 13/12/2019, a construção de um novo duto em aço que vai levar gás natural para o Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. A obra tem previsão de conclusão para a primeira quinzena de abril e está sendo realizada pela empresa contratada EBRIC Engenharia.

Com 225 leitos, o Hospital Regional Costa do Cacau é a maior obra de saúde pública do sul da Bahia nos últimos 35 anos. A unidade atende as demandas da região em urgência e emergência, servindo moradores de 70 municípios da região. O novo equipamento é referência em traumatologia, ortopedia de média e alta complexidade, neurologia e neurocirurgia, cardiologia e cirurgia cardíaca, além de cirurgia de urgência. O Hospital também conta com um Centro de Diagnóstico por Imagem, que contempla os serviços de raio-X, tomografia e ressonância magnética.

A relação da Bahiagás com Itabuna data de 2011, quando a Companhia ligou os primeiros clientes automotivo e industrial na cidade, o Posto Universal e a indústria têxtil Trifil, respectivamente. “A Companhia tem uma relação antiga e muito rica com a região Sul do estado, e que segue a todo vapor. No fim de 2019, iniciamos o fornecimento de gás natural para duas unidades do restaurante Kenko, nos bairros Jardim Vitória e Centro, e estamos realizando a ligação de mais quatro clientes comerciais na cidade”, destacou o diretor-presidente da Bahiagás, Luiz Gavazza.

Bahiagás reduz tarifa do gás natural

A Companhia de Gás da Bahia – Bahiagás informa que, a partir do dia 1º de janeiro de 2020, reduzirá em 8,15% (média de todos os segmentos) o valor das tarifas do gás natural. O reajuste é decorrente do novo regramento de preços definido no mais recente contrato de suprimento de gás natural firmado entre a Bahiagás e a Petrobras. Em novembro, a Companhia já havia realizado um decréscimo no valor das tarifas do gás natural, no percentual de 4,36%.

O segmento Automotivo - Gás Natural Veicular (GNV) - sofreu redução de 7,12%. O decréscimo consolida a vantagem do GNV em relação aos combustíveis líquidos concorrentes.

A Bahiagás salienta que o reajuste da tarifa de GNV é aplicado sobre o valor do energético comercializado pela Concessionária aos postos de combustíveis, e que cada um deles é livre para definir o preço que praticará aos seus respectivos consumidores, não tendo a Companhia, portanto, ingerência sobre a definição de tal valor.

A Companhia também destaca que o gás natural é um energético que proporciona uma série de vantagens aos usuários. Ele é mais prático, seguro, econômico e ambientalmente mais correto. Além disso, trata-se de um combustível versátil, que pode ser usado de diferentes formas em variados segmentos.

Assinar este feed RSS